Governador do Maranhão multa Bolsonaro por não usar máscara e causar aglomeração

Presidente descumpriu regras sanitárias durante evento realizado nessa sexta-feira.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) foi multado, nessa sexta-feira (21), por descumprir as medidas sanitárias e causar aglomeração durante um evento realizado no município de Açailândia, no Maranhão.

De acordo com o auto de infração, Bolsonaro desrespeitou as regras do decreto implantado no estado pelo governador Flávio Dino (PCdoB). O documento cita que o evento promovido pelo presidente da República reuniu cerca de 100 pessoas que, por sua vez, não utilizavam máscaras de proteção.

Nas redes sociais, Flávio Dino comentou a decisão e afirmou que o chefe do Executivo nacional deve cumprir com a legislação federal e estadual. “Estamos vivendo uma fase especialmente desafiadora da pandemia. A equipe da saúde tem trabalhado muito. E hoje resolveu lavrar Auto de Infração contra o presidente da República, pela promoção no Maranhão de aglomerações sem nenhum cuidado sanitário. A lei é para todos”, escreveu.

>> “Serei candidato contra Bolsonaro”, diz Lula em entrevista

Bolsonaro critica governador

Durante o evento citado no auto, Bolsonaro realizou a entrega de 550 títulos de propriedades rurais no ao assentamento do projeto Assaí do município. “MST não tinha preocupação em dar título a vocês, é sentimento de liberdade a entrega de hoje”, disse.

O presidente também criticou, indiretamente, Flávio Dino. “O estado do Maranhão brevemente será libertado dessa praga que começa com ” C ” e termina com “A”: “comunista”, disse o mandatário enquanto era aplaudido pelo público que gritava “Fora Dino”.

Bolsonaro terá 15 dias para apresentar sua defesa. Após o prazo, a multa deverá ser estabelecida pelo descumprimento do decreto, cujo valor pode variar de R$ 2 mil a R$ 1,5 milhão.


>> PARA MAIS NOTÍCIAS, SIGA O SCC10 NO TWITTERINSTAGRAM E FACEBOOK.




Source link

Sobre wily

Verifique também

“Nunca foi por saúde”, afirma Jair Bolsonaro sobre manifestações

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) publicou nas redes sociais registros da manifestação realizada neste …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *